16 de fevereiro de 2019

FAÇA PARTE DESTA HISTÓRIA

A Casa do Estudante Universitário do Paraná (CEU), idealizada pelos estudantes, com a ajuda da Primeira Dama Hermínia Rolim Lupion, esposa do Governador da época Moysés Lupion, engajada em causas sociais, Hermínia buscou amparar a causa estudantil que necessitava de um espaço para moradia estudantil. 

Hermínia Lupion conseguiu que os 144 moradores da época, em agosto de 1948, ocupassem a Casa provisória localizada na Avenida Luiz Xavier, no mesmo local onde antes funcionava um hotel. Lá também operou-se o departamento da União Paranaense dos Estudantes (UPE), a Casa do Estudante se tornou uma fundação conquistando sua autonomia e seu próprio estatuto apenas no final de 1949. No mesmo ano o Governo iniciou a obra da sede definitiva da CEU, localizado na Rua Luiz Leão número 1, tendo como seu vizinho e considerada hoje pelos seus moradores como "quintal de casa" o Passeio Público e em suas proximidades dois campi da Universidade Federal do Paraná: a reitoria e o prédio histórico. A CEU foentão fundada em 11 de agosto de 1948, pelo Presidente da República Juscelino Kubitschek.  

Inauguração da Casa do Estudante Universitário (CEU), na foto estão presentes o Presidente Juscelino Kubitschek, o Governador Moysés Lupion e a Primeira Dama Hermínia Rolim Lupion.

A Casa tem o orgulho de apresentar hoje à sociedade, seus ex moradores que foram ou são atualmente celebridades políticas e profissionais de grande sucesso, exaltando a iniciativa e vontade de ver acontecer que reside dentro de seus moradores e ex-moradores. Nomes da sociedade paranaense temos os influentes José Richa e Orlando Pessuti e os bem-sucedidos empresários Luiz Carlos Borges da Silveira e Renato Geraldo Mendes, assim como o Promotor Público Edson Luiz Peters.

A CEU é voltada para estudantes de graduação, pós-graduação, cursinhos pré-vestibulares, procedentes do interior do Paraná, e de outras regiões do Brasil, atualmente de 16 estados (AM, BA, CE, DF, GO, RJ, SP, RS, SC, PA, MT, MG, TO, PI e MS). Assim como também intercambistas das mais diversas partes do mundo, que hoje totalizam 10 pessoas, vindo de países como São Tomé, Cabo Verde, Peru, Colômbia, Bolívia e Argentina. 

O estudante do quarto ano de Economia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Nilton Cardoso, veio de Cabo Verde na África, chegou no Brasil em 2015, não fazia ideia que a cidade de Curitiba existia, e pesquisou mais sobre a cidade na internet, assim como Curitiba, a CEU também era  desconhecida para ele, que descobriu a Casa pelo boca a boca, pelo conhecido ditado "um amigo de um amigo meu", que já havia morado na Fundação. A relação de Nilton com a CEU é inspiradora, visto que foi reprovado em algumas de suas tentativas a entrar na casa, e foi aprovado somente na banca 2016.2. Cabo Verde, como é chamado pelos amigos, explica sua sensação depois de sua aprovação na banca "Você começa a viver mesmo a CEU, tem que dar as oito horas. Entrei no departamento de Patrimônio, ai comecei a viver e querer trabalhar pra casa, as pessoas começam a ver com o tempo, a parcela de pessoas que trabalham, não é proporcional a demanda da casa, que possuem 250 moradores, mas a gente percebe que tem pessoas que dão o sangue pela casa". E ressalta o que vai levar da CEU assim que sair da casa "Saudade, provavelmente muita raiva de algumas pessoas (risos), mas levaria muita saudade e muito aprendizado, principalmente a ter paciência".

Festa de 70 anos da Casa do Estuante Universitário (2018). Da esquerda para a direita: Larissa Sanches, Nilton Cardoso, Orlando Monteiro e Paulo Henrique.

Para Larissa Sanches, estudante do segundo ano de Engenharia Mecânica pela UFPR, vem de Jandaia do Sul (PR), a CEU é um lugar para morar que mais se assemelha a nosso primeiro lar, como uma casa de família, em relação a comodidade e acolhimento. Em suas palavras "A responsabilidade cresce, também a parte de você se tornar acolhedor, você se torna mais comunicativo, durante quatro meses fiquei na vice coordenação de um departamento, depois saí e fui para outra, e isso me fez crescer bastante tanto no profissional quanto no pessoal, eu aprendi a me relacionar mais  com as pessoas e a me organizar mais". Larissa completa ainda seus desejos como futura ex moradora "Quero continuar ajudando a CEU, de alguma forma, sempre de olho na CEU. Como muito ex morador presente na  convenção, conheci vários que tem essa visão da casa hoje, a CEU impacta  na formação de pessoas, quando você entra aqui você aprende muito e isso é impactante na sociedade, muda a vida de todo mundo que passa aqui".

Aniversário de 70 anos da CEU (2018). Larissa Sanches e Nilton Cardoso.

Proporcionando um ambiente favorável para estudar e acessível para morar, a Fundação é mantida financeira e administrativamente pelos próprios estudantes residentes, por meio de trabalho voluntário e contribuições mensais, vale lembrar que a CEU não possui um valor fixo para os moradores, pois não é um aluguel, as contas da casa são dividas entre todos os moradores, sendo assim uma forma de rateio. A Hospedagem da CEU também contribui na geração de receitas para a casa, podendo diminuir o valor mensal dividido entre os moradores. A Fundação também promove e apoia atividades de cunho artístico e cultural, fortalecendo a Residência Universitária.

Os beneficiários contam com café da manhã diário, cozinha colaborativa, sala de estudos, sala de jogos, sala de TV, quadra poliesportiva, churrasqueira, serviços de portaria e de lavanderia 24 horas e acesso ilimitado à Internet. Para tornar-se residente, o estudante passa por processo seletivo simplificado e desburocratizado, que considera, basicamente, a vulnerabilidade socioeconômica. É necessário, no entanto, estar regularmente matriculado em instituição de ensino, localizada em Curitiba (PR), e que os pais sejam moradores de outra cidade. Hoje a CEU é considerada uma Organização da Sociedade Civil (OSC), que completa em 2019, 71 anos de história, com personalidade jurídica de direito privado, sem finalidade lucrativa.

Agora é a sua vez, futuro morador(a), você pode fazer parte da história da maior Casa Estudantil Autônoma da América Latina, a CEU te recebe de braços abertos para que juntos possamos construir novas ideias, projetos e amizades.

Assista o vídeo sobre a casa acessando o link: https://youtu.be/PRctmMqNzF4

#façapartedestahistoria #processoseletivo2019 #71anos

10 de fevereiro de 2019

DESCONTO DO ALOJAMENTO PARA OS INCRITOS NO PROCESSO SELETIVO

A Casa do Estudante Universitário (CEU), ciente da demanda proporcionada pelo Processo Seletivo 2019.1, disponibiliza descontos para o alojamento da CEU, oferecido apenas para os INSCRITOS no Processo Seletivo, informando que só será ofertado a diminuição do valor enquanto houver vagas disponíveis, comunicado pelo Departamento de Hospedagem da Fundação. A analise do candidato pedinte do desconto, será feita pela Presidência da Comissão de Banca que enviará a Secretaria o nome e CPF dos candidatos inscritos para verificação, se o mesmo está inscrito no Processo Seletivo.


Os descontos ofertados serão realizados APENAS PARA PAGAMENTOS ADIANTADOS, conforme indicação abaixo:

  1. Para 18 dias ou mais adiantados: R$ 20,00 a diária (limitado a reserva até 06 de março de 2019).
  2. Para 14 a 17 dias adiantados: R$ 22,50 a diária.
  3. Para 8 a 13 dias adiantados: R$ 25,00 a diária.
  4. Para 5 a 7 dias adiantados: R$ 27,50 a diária.
A prática de descontos para o alojamento, ocorrerá do dia 08 de fevereiro a 6 de março. A mesma oferta não será contabilizada para datas posteriores a 6 de março. Os candidatos com as inscrições não homologadas perdem o direito de requerer o desconto. Candidatos que tiverem pago dias posteriores a divulgação do Edital de homologação manterão seu benefício até a data reservada. Os pagamentos serão recebidos apenas na Secretaria da Fundação.

Dúvidas entrar em contato com:
secretaria@ceupr.org.br
hostel@ceupr.org.br
Fone: (41) 33241984

2 de fevereiro de 2019

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2019.1

A Casa do Estudante Universitário (CEU) destinada para estudantes  pré vestibulandos, universitários, e pós graduandos, lança o Edital do Processo Seletivo 2019.1, com o objetivo de ampliar o número de moradores da Fundação. A casa conta hoje com moradores provenientes de várias regiões do Brasil e diferentes países. 



No Edital encontra-se toda a documentação necessária que o candidato deverá entregar, assim como as datas que ele deve estar atento, como: inscrições, homologações dos deferidos e indeferidos, prazo para recurso das inscrições, homologação, entrevistas, resultados e contratos.

Acesse o Edital clicando na guia Processo Seletivo ou clicando  aqui.

Para saber as novidades sobre o Processo Seletivo acompanhe nossas redes sociais:

24 de janeiro de 2019

EDITAL DE CESSÃO DOS ESPAÇOS DA CEU


A Casa do Estudante Universitário, no exercício da sua responsabilidade social, abriu o primeiro edital para a seleção dos projetos que serão beneficiados com a CESSÃO (uso gratuito) dos salões/espaços da Fundação. O objetivo é fortalecer ações culturais, formativas e educacionais, acolhendo potencialidades de grupos e instituições de toda a região e fortalecendo a relação mútua entre a sociedade civil e a Fundação com atuações da comunidade externa.



As inscrições para o uso dos espaços estarão disponíveis entre 23 de janeiro de 2019 até 15 de fevereiro de mesmo ano. As alianças serão realizadas através de um contrato de cessão de espaço, com duração média prevista em 06 (seis) meses. Os espaços serão destinados aos ensaios de grupos artísticos, espetáculos, cursos formativos e atividades relacionadas.

A CEU partilha seus ambientes como apoio necessário para abraçar, fortalecer e impulsionar as iniciativas que impulsionem saberes nas suas mais variadas interpretações. Para informações sobre estrutura dos ambientes disponibilizados, verifique o portfólio fotográfico e/ou agende uma visita entre os dias 30 de janeiro e 08 de fevereiro. Para participar acesse o edital clicando aqui.

Para inscrição, os interessados devem preencher os documentos e encaminhar para o e-mail vicepresidencia1.ca@ceupr.org.br, acompanhado do comprovante de pagamento da taxa  no valor de dez reais.

Conheça os espaços clicando nos hiperlinks abaixo
Anexos:

Mais informações, envie um e-mail para: vicepresidencia1.ca@ceupr.org.br