15 de outubro de 2017

Residente da CEU expõe na Bienal Internacional de Curitiba 2017

Robson Delgado (*)

O estudante de Artes Visuais da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Eduardo Barbosa, é um dos artistas selecionados na terceira edição do Circuito Universitário da Bienal Internacional de Curitiba, o Cubic 3.

Eduardo Barbosa, estudante de Artes Visuais da UFPR (Foto/Divulgação)

Intitulada LGBTFOBIA/Calendário, a obra escolhida tem o objetivo de ressaltar o forte preconceito sofrido pela comunidade LGBT, que leva, em muitos casos, à morte dessas pessoas. O trabalho homenageia 260 pessoas, que morreram, neste ano, devido à intolerância sexual no Brasil – país que mais mata LGBTs no mundo.

“As pessoas estão morrendo por serem elas mesmas, e estão morrendo de formas brutais e eu como artista acredito que eu deva me posicionar e a maneira que eu encontrei de me posicionar foi através do meu trabalho”, explica Eduardo, sobre o conceito que da obra.

A exposição teve início no último dia 4 de outubro e segue em cartaz até o 30 de novembro, no Museu de Arte da UFPR (MusA), na Rua XV de Novembro, 695 – Centro. A entrada é gratuita.

Eduardo, na solenidade abertura da exposição (Foto/Acervo Pessoal)

Sobre o artista
Natural de São Paulo (SP), Eduardo Barbosa reside na CEU desde abril de 2015. Ele é formado em Design de Interiores (nível técnico) e, atualmente, está no terceiro ano da graduação em Artes Visuais, na UFPR, curso estruturado na formação artística em duas habilitações: bacharelado e licenciatura.

Seu trabalho se desenvolve nas linguagens da gravura e da pintura e suas obras abraçam o encontro entre o espiritual, questões subjetivas e políticas e experimentações entre essas esferas. O estudante é também pesquisador em arte-educação, com recorte em narrativas afro-religiosas, e educador em arte.

Sobre o Cubic
O Cubic 3 apresenta obras de 37 artistas e coletivos de instituições de ensino superior (IES) do Brasil, da Argentina e do Paraguai.  Todas as exposições têm entrada franca e acontecem, simultaneamente, em cinco locais da capital paranaense: Museu da Gravura Cidade de Curitiba, Museu Municipal de Arte (MuMA), Museu de Artes da UFPR (MusA) e nas salas expositivas do Departamento de Artes da UFPR (DeArtes) e da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP/Unespar).

Ao final do evento, as obras eleitas como vencedoras, pela Curadoria, serão premiadas com um curso de verão na Escola Parque Lage, no Rio de Janeiro, em 2018, e um valor simbólico em dinheiro. Além disso, após participarem das primeiras edições do Cubic, em 2013 e 2015, muitos estudantes conseguiram intercâmbios internacionais para ampliar ainda mais a formação. Na CEU, todos estão na torcida pelo Eduardo.

(*) Estudante de Jornalismo na Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Casa do Estudante Universitário do Paraná (CEU)
Departamento de Comunicação & Marketing
Célula de Comunicação & Marketing

CEU na Internet: www.ceupr.com.br
Curta a CEU no Facebook: @ceuparana
Siga a CEU no Twitter: @ceupr

Nenhum comentário:

Postar um comentário